Bastidores 2º dia :: O espírito da Semana de Moda

4 maio

Como deu para perceber, ontem não deu para ir à abertura da Casa de Criadores. Como é bom trabalhar em equipe, não? O blogueiros-unidos deram um banho. Não acha, não? Afe… Hoje cheguei mais cedo e observei a movimentação dos backstage. Como sempre, é uma delícia cobrir o evento que completa 10 anos. A informalidade, a leveza, a falta de burocracias são muito boas, especialmente para quem está cobrindo.

O acesso ao backstage é simples, o pessoal da namídia assessoria de comunicação facilita todo o trabalho, todo mundo se conhece, os estilistas do outro dia estavam lá para dar uma força para os amigos, a imprensa vai lá, e você reencontra muita gente, que mal dá tempo para dizer um olá, no SPFW, por exemplo.

Claro, que as ausências são sentidas aqui e acolá, mas muita gente de peso, se não pode ir, manda alguém para cobrir. E sim, o GNT Fashion mandou equipe para fazer matéria, tinha a TV Bandeirantes, muitos sites de moda, e a gente. EEEEEEEEEEEE!!!!

É claro, que na abertura, com o André Lima estava mais lotado, porém, foi ótimo ver, que o André Hidalgo consegue manter o mesmo espírito vivo até hoje. Vida longa!!!

Pelas primeiras impressões e conversas, deu para perceber, que a noite promete. O conjunto das coleções está melhor do que no primeiro dia, segundo o que se conversava, e tem Valério Araújo, que sempre é uma festa para os olhos e para alma, porque em tempos bicudos, humor é fundamental.

As notas a seguir, foram as que deram para fazer, afinal, a afetividade fashion existe, e como eu não sou o Colin MacDowell, que não pisa numa redação há 20 anos, e moro em São Paulo, quero rever e dizer Oi, para muita gente. Ricardo Oliveros/ForadeModa

Ivan Aguilar volta só com masculino e anuncia ponto de venda em SP

O estilista capixaba de moda masculina, Ivan Aguilar, em entrevista ao BlogView anunciou que pretende abrir este ano ainda um ponto de venda em São Paulo: “Eu não vou abrir uma loja, e sim um corner ou ponto de venda na cidade. Estou ainda negociando, mas daqui há pouco, conto para vocês.”

Ele também foi um dos candidatos para a próxima temporada do Fashion Rio: “A comissão analisou meu portfolio e fiquei em segundo lugar. Como só tinha uma vaga, ela ficou com a Disritmia. De qualquer forma fiquei feliz em ter o trabalho reconhecido”.

Sobre a questão de ser taxado como “o estilista do Presidente”, foi taxativo: “Isso me deu mais dor de cabeça, do que retorno positivo. Fui muito ingênuo na época.” Se referindo a polêmica causada sobre os 10 ternos que ele enviou de presente para Lula.

Na temporada de Verão, ele lançou uma linha feminina, que foi bastante criticada: “Agradeço muito as críticas na época, porque fizeram voltar o meu foco para aquilo que eu sei fazer”.

Sobre a coleção de Inverno 2007, ele realmente retornou a sua casa. Usando de técnicas de alfaiataria, como o coenização, que substitui a entertela que era costurada pelos alfaiates para estruturar um terno, ele explicou que hoje esta parte é fundida no próprio tecido. Com isso, ele trouxe várias peças de plástico, com acabamento interno coenizado, além de um casaco em duratan, a espécie de lona usada em outdoors. Ricardo Oliveros/ForadeModa

Lula Rodrigues conta sobre seu novo portal

O crítico de moda masculina do jornal “O Globo”, Lula Rodrigues, está na cidade para a Casa de Criadores. Além do blogue que ele mantém no site do jornal, ele disse que em breve vai abrir um portal sobre moda masculina, comportamento e cultura de rua, como o grafite. Ele não pode revelar o nome, mas adiantou que vai ter um “Ueba Radio”, podcast, que entre outras coisas, explica porque não se abotoa um dos botões do paletó, além de 23 links importantes de moda masculina”. Uuuuueeeeebbbbbaaaa, dizemos nós em coro!!! Ricardo Oliveros/ForadeModa

Briza fala dos seus medos

A jovem estilista Briza, que se apresenta pela terceira vez no evento fez sua coleção baseada no medo. “Para falar dos meus medos tive que ser muito honesta comigo mesma. Não queria ser maior do que eu mesma, e isso se reflete na roupa e no meu domínio técnico. Não fiz nada do que eu não soubesse trabalhar de verdade, as roupas tem poucas estruturas”, revelou a estilista.

Weider Silveiro revela a origem de sua técnica

Ontem a Biti Averbach/ModasemFrescura fez um artigo sobre os problemas técnicos que muitos estilistas jovens enfrentam. Weider Silveiro não sofre deste mal. Só de dar uma passada nas araras o apuro técnico é a primeira coisa que se percebe. Formado pela Universidade do Ceará, foi descoberto por Walter Rodrigues, numa exposição por causa de um vestido com 14 metros e completamente minimalista. Virou seu assistente até esta última coleção, apresentada no magnífico Gabinete Real de Leitura, no Fashion Rio.

“Walter sempre foi uma referência para mim. Com ele aprendi a construir uma roupa.”

Sobre as dificuldades de um jovem estilista, ele é bem realista e preciso: “Vender é o nosso principal problema. Nossa escala de produção é pequena, e não conseguimos fazer uma grade maior, que diminuiria os custos de modelagem, tecido e produto. Não temos preços competitivos. Nesta coleção fiz peças que podem ser mais comerciais no sentido de facilitar a produção de uma grade maior”.

Uma coisa que ele disse e que vale a pena para muito estudante de moda é: “Eu não quero ser artista, quero ser estilista. Eu quero ver minha roupa na rua. Meu sonho é vender grades e grades da mesma roupa.”

Sobre a nova coleção ele teve duas fontes: a lendária Madame Grès, como ficou conhecida Alix Grès, que produzia na década de 20 e 30, roupas de alta-costura para diversas maisons parisienses. Em 1934, resolveu abrir sua própria marca, chamada Alix Barton. Como muita gente, teve que encerrar suas atividades durante a Segunda Guerra, reabrindo logo após, como o nome que a consagrou: Madame Grès. É reconhecida pelos seus plissados em musselina. Entre suas clientes mais famosas estava a Princesa Grace de Mônaco.

A segunda referência é a heroína erótica de história em quadrinhos, Valentina, de Guido Grepax. Como ele concilia dois ícones tão distintos?

“São duas mulheres que trabalham sobre o corpo. Grès trabalhava suas roupas como esculturas, e a Valentina é uma dominatrix que revela suas formas. Esta coleção é sobre isso, a forma do corpo. Toda ela está centrada no busto e na cintura. Pego os plissados para redesenhar as formas femininas, tenho uma saia que amplia a noção de quadril, ao mesmo tempo que a cintura é muito marcada”.

Detalhe: Nada disso está no release, atenção, colegas jornalistas : ir no camarim falar com o estilista, ajuda muito na compreensão de uma coleção. Nem quero citar o Colin Macdowell de novo…

Valério Araújo joga pérolas aos porcos

Você entra no backstage e já sabe de longe onde o Valério está. A arara só com as roupas penduradas é uma festa só! Looks e looks com pérolas de diversos tamanhos aplicadas em fundo negro. Pergunta-se o tema da coleção e ele rápido: “Pérolas aos Porcos. Queria muito falar do surto, da dificuldade, da mistura que é fazer uma coleção. Então pego um tecido mais simples e encho de pérolas, ou um linho Braspérola 120, e resino inteiro, para dar uma impressão de couro. Hoje é muito difícil determinar as diferenças do que é chic. Num mesmo evento você encontra a socialite, a pobre que dá o truque, a celebridade, e todo mundo convive. O que as pessoas vão fazer depois da festa, é da conta do edi de cada um”. Uia! Quem não sabe o que é edi, consulta o Aurélia, Dicionário da Língua Afiada, que tem. Ou pergunte para qualquer bicha-amiga, que ela sabe, ok?

E quer saber? Chic mesmo é o Valério Araújo, que estava de camiseta, calças jeans, e um salto agulha, com uma corrente de strass. Diga-se de passagem, ele anda melhor do que muita modelo por aí.

E crítica mesmo, só mais tarde, porque a noite foi longa…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: