Acabou-se o que não foi dolce

9 jun

OLIVEROS DIZ: Num dos dias mais fracos do evento, o destaque foi Elisa Chanan. Quem conseguiu fugir da estética Chloé nos vestidinhos de verão, já sai ganhando mil pontos de bonus e isso a estilista gaúcha conseguiu.

Boa cartela de cores, uma construção que parte de grandes bolsos e roupas de surfista, fez um desfile pra lá de coerente.

No mais, o Fashion Rio apresentou um verão bem bem fraquinho. Os grandes destaques foram os maiôs de Lenny; o masculino da DTA, apesar do embroglio que foi formado sobre a participação de Martielo Toledo (depois eu conto), Cantão e Sandpiper, sabe porquê?

São marcas com muitos anos de estrada e resolveram investir em novas fórmulas, cada uma com seus próprios parâmetros, e isso é um avanço em tempos bicudos de mercado.

Não teve muito desejo de moda, confesso. São poucas marcas que conseguiram fazer a gente suspirar, muito pelo contrário, fez a gente bocejar… 

Agora, começa o SPFW, sob o signo da Assolan, porque corre por aí, que Paulo Borges está vendendo a marca do evento para a palha de aço… Claro, que já virou chocho, no meio das editoras mais descoladas….

Quanto ao título deste encerramento, sim, não foi nada Dolce, em compensação, o DNA foi bem chloenado, sabe como???  

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: