O novo enfant terrbile

17 set

LUIGI DIZ: Desde sábado todos os olhares do planeta fashion se voltaram para Londres, onde acontece mais uma edição da London Fashion Week. O fim de semana foi praticamente dedicado à novos estilistas, alguns já bem conhecidos entre os fashionistas como os principais talentos da efervescente moda inglesa dos últimos tempos. Um deles, e que causou maior frisson no domingo, foi o mais novo enfant terrible – como alguns críticos e editores já o estão chamando -, Gareth Pugh.

Para se ter uma idéia do tamanho de seu sucesso e talento – não é só hype, não, tá? – o estilista, de apenas 26 anos, conseguiu reunir as principais editorias e críticos de moda em seu desfile, no domingo. Cathy Horyn, do NY Time, Suzy Menkes do International Herald Tribune, Hilary Alexander do Telegraph, Sarah Mower do Style.com, Anna Piaggi da Vogue Italia, Michael Roberts da Vanity Fair e até Anna Wintour eram algumas dos principais nomes que compunhas a primeira fila do desfile de Pugh.

Formado pela Universidade Saint Martin e com vasta experiência em figurinos teatrais, Pugh estreou nas passarelas como integrante do projeto Fashion East. Seus trabalhos foram sempre marcados por grande excentricidade criativa, experimentações com volumes, formas e materiais inusitados, sempre em preto e branco. Seu debut solo nas passarelas da LFW foi me março de 2006 (coleção para o inverno 2006/07), recebendo ótimas criticas da imprensa especializada, o que levou Anna Wintour à pedir um lugar na primeira fila para o próximo desfile.

As primeira criações de Pugh eram muito mais performáticas e cheias de teatralidade do que “vestibilidade”, digamos assim. Uma roupa de Poodle, outra cheia de balões, uma que chegava a ascender, ficando literalmente iluminada, volumes super exagerados, e até formas que chegavam a descaracterizar a silhueta humana – os gêneros (masculino e feminino) nem se fala.

Mas desde a coleção passada (para o inverno 2007/08) Pugh vem mostrando evolução, no sentido de atribuir a sua roupa um caráter mais usável, sem perder todo seu estilo dark, subversivo e teatral. Sem deixar a excentricidade de lado, e sem abrir mão de peças e looks que só funcionam nas passarelas e em alguns editoriais, Pugh foi aos poucos inserindo itens menos difíceis de chegarem à um possível consumidor final. Prova disso é o bom resultado das vendas. Apoiado por Rick Owens e sua mulher, Pugh conseguiu pela primeira vez fazer com que suas roupas chegassem à lojas como Liberty and Browns Focus em Londre, Barneys e Bergdorf Goodman em NY, Colette e na loja de Rick Owens em Paris.

O verão 2008 do estilista, bem mais sombrio – com direito até a um casaco de ratos de mentira – veio ainda mais fácil de chegar às ruas. Ok, eu sei que não é qualquer um que vai sair por ai num vestido de tiras de couro, ou numa saia toda plissada em A. Mas também não dá p/ negar que não tem peças mais fáceis de se usar, como a blusa de organza, o skinny com swarovski do primeiro look, ou os vestidinhos que ficavam quase que escondidos sobre franjas e tiras pretas.

Anúncios

4 Respostas to “O novo enfant terrbile”

  1. dusinfernus 20 de setembro de 2007 às 10:50 pm #

    como disse a Suzy Menkes, foi-se o tempo que Londres era excêntrica e iunderground

Trackbacks/Pingbacks

  1. Coluna de segunda no BlogView « . ABOUT FASHION . - 17 de setembro de 2007

    […] de segunda no BlogView Já está no ar a coluna dessa segunda no BlogView. O tema de hoje é o estilista Gareth Pugh, que apresentou sua coleção para o verão 2008 neste […]

  2. Oficina de Estilo » Blog Archive » pense moda: segundo dia parte 2 - 6 de novembro de 2007

    […] teve a palestra do Gareth Pugh (que tinha um dos looks mais incríveis do dia – alguém tem foto?!??). Foi o máximo conhecer a […]

  3. . ABOUT FASHION . » Kylie - In My Arms - 29 de janeiro de 2008

    […] é novidade a relação da cantora com o estilista britâncio Gareh Pugh. Depois de ver suas coleções Kylie, que foi prestigiar o estilista em seu último desfile e […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: