New look para as massas

23 set

OLIVEROS DIZ: A Semana de Moda de Londres acabou e não achei nada tão inspirador assim. De acordo com nossa “enviada especial”, Maria Prata , teve Christopher Kaine, os novos designers nas paralelas Blow, Fashion East e Fashion Fringe, a comemoração de 10 anos de Mathew Williamson, com direito a pocket show do Prince e o hype entorno da Louise Goldin e Giles Deacon.

Look de Christopher Kaine na Semana de Moda de Londres (foto: Marcio Madeira)

Tem esta corrente toda favorável às saias volumosas, cintura bem marcada e muito babados. Vão surgir penkas de definições: neo femimino, fe-power, sim, nós adoramos uma catalogação. Mas o que me chamou mais atenção em Londres, e é o que eu faria se estivesse lá, ir correndo para o Victoria & Albert Museum ver: The golden age of couture Paris and London 1947-1957.

O curioso é que esta mostra acaba por ser um bom contraponto para este trendy todo do saião. Depois do masculino+feminino que teve Saint-Laurent como referência, chegou a hora de Dior, que já havia sido anunciado em grande estilo, pelo próprio Galliano no desfile de couture da grife

O recorte da curadora Claire Wilcox, que levou três anos para fazer a mostra, parte da criação por Dior de seu New Look (1947) — que tivemos a chance de ver em Fashion Passion na Oca em 2004 — até a internacionalização deste estilo, com criadores importantes como Pierre Balmain, Hubert de Givenchy, Jacques Faith, Cristóbal Balenciaga.

New Look de Dior (1947)

O termo foi criado pela redatora da revista “Harper’s Bazaar” americana, Carmel Snow. “Que revolução, querido. Sua roupa lançou um ‘New Look“, disse a editora ao estilista. Ao contrário da moda prática de Chanel, o “New Look” era, basicamente, composto por saias amplas quase até os tornozelos, cinturas bem marcadas e ombros naturais. Era a volta da mulher feminina e elegante.

Além dos vestidos, pode-se ver também fotografias, cadernos de notas dos estilistas e croquis. O melhor de tudo, porém fica no hotsite da exposição. No melhor estilo Moda Moldes, você pode baixar os moldes em A4 e juntar as peças e fazer seu próprio New Look. Não é demais???

Parte do molde de saia New Look na linha “faça-você-mesma” 

A exposição termina com os modelos de John Galliano para a maison Dior, lugar que ele ocupa há 10 anos. O que a curadora não contava, é com este revival todo do saião , o que deixou muito mais atual sua mostra, que fica em cartaz até 06 de janeiro de 2008. Dá uma vontade…

Anúncios

3 Respostas to “New look para as massas”

  1. flavia godoy 23 de setembro de 2007 às 10:05 pm #

    Deve ter sido + uma maravihosa experiência. Poder montar o seu própio look!

  2. forademoda 24 de setembro de 2007 às 12:58 am #

    Oi Flavia,
    Qualquer um pode baixar os moldes no hotsite da exposição. Dá trabalho: são 36 páginas A4 que depois tew que montar e dar para uma costureira fazer, sabe como??

Trackbacks/Pingbacks

  1. Coluna de domingo no Blog View « fora de moda - 23 de setembro de 2007

    […] age of couture Paris and London 1947-1957, em cartaz no Victoria&Albert Museum, no artigo New Look para as massas, onde você mesma pode montar seu próprio New Look, na melhor linha Moda e […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: